Skip to content
logo-bit-street

Paineis electrónicos da MOP – TOMI-LX
De Julho a setembro 2021

Bit Street é uma seção do festival que pretende levar a media arte às ruas e mostrá-la ao grande público através da criação de um circuito urbano de new media art.

Há semelhança das anteriores edições o Bit Street será apresentado nas plataforma TOMI Lx da MOP, em Lisboa.

Em 2020, lançámos o Bit Street Hong Kong, com destaque  para uma mostra de videos de artistas de Hong Kong, selecionada por Isaac Leung e organizada em parceria com o Content Lab e o Videotage de Hong Kong.”

Em 2021, iremos usar estas plataforma para mostrar ao grande público algumas obras das exposições em exibição no Museu Nacional de História Natural e das Ciências e nas Carpintarias de São Lázaro.

Bit Street Hong Kong | curadoria de Isaac Leung

Artistas

1986,
Long Beach, Califórnia, USA, vive e trabalha em Zhuhai, China

Bit Street Hong Kong

online a partir de 7 Agosto

Declaração do curador

Bit Street, uma colaboração de estreia entre Videotage e The New Art Fest, visa explorar como funciona o vídeo de artistas milenares em Hong Kong e na China redefinindo as noções de materialidade e imaterialidade do espaço através da imagem em movimento.

As obras curadas questionam como a produção de espaços físicos fictícios, prestados através da tecnologia digital, pode criar experiências sensoriais alternativas.

Chen Pin Tao, em “Baptizing The Capitalist Pigs By The Clear Water Bay” cria uma ilustração vectorial plana de um parque, que se transforma numa forma de vida alienígena que ataca os habitantes urbanos de classe média, expressa através de metáforas tecnoeróticas do capitalismo excessivo.

Lu Yang, usa como iconografia os corpos heróicos em “The Great Adventure of Material World”. Ao criar uma cidade imaginária de futuro com infra-estruturas radicais, Yang permite aos espectadores navegar por uma série de cenas de luta com o objectivo de assegurar um caminho em direcção a um mundo futuro.

Suze Chan em “What is it that makes the days different?” invoca uma viagem a pé na rua, com um espelho sobreposto acima reflectindo uma mão com luvas tocando vários produtos e um ecrã dividido retratando um grupo de pombos comendo no chão, manifestando a profunda impureza de uma mente no mundo físico.

Em “Arcifinious Faces Places and Spaces”, Zhiwan Cheung partilha com os espectadores uma versão da sua própria ilusão. Através de montagens de vários cenas da natureza, o trabalho reflecte sobre a consciência do artista.

Bit Street começou pela ideia de encomendar a quatro artistas obras em videos, com três minutos de duração, para exibição em ecrãs públicos em Lisboa. Ao serem agora exibidas online no meio de uma pandemia, o projecto explorará a forma como os espaços imaginados pelos artistas irão ser percebidos num cenário virtual, e para além dele.

Isaac Leung
Programação

7 Ago 2020
Baptizing The Capitalist Pigs By The Clear Water Bay, de Chen Pin Tao.

8 Ago 2020
The Great Adventure of Material World, de Lu Yang.

9 Ago 2020
What is it that makes the days different?, de Suze Chan. 

10 Ago 2020
Arcifinious Faces Places and Spaces , de Zhiwam Cheung.        

11 Ago 2020
Mesa redonda on line @Zoom.us 

Assunto: Intelligent Art in a Communication Environment.

Hora do evento: 10 p.m (HKC); 03 p.m. (LIS); 10 a.m. (NYC)

Oradores: Antonio Cerveira Pinto, Isaac Leung, Chen Pin Tao, Suze Chan, Zhiwam Cheung.

Língua: Inglês

7 Ago-15 Set
Exibição das obras nos 51 paineis electrónicos da MOP-TOMI-Lx, espalhados por Lisboa.