Skip to content

Rodrigo Gomes

1991
, Portugal

Rodrigo Gomes vive e trabalha em Lisboa.

Destacam-se as suas participações no Satellite Art Show em Brooklyn (EUA), na 18o Bienal de Media Arte WRO em Wroclaw (Polónia) e no festival CosmiX III Incantation em Paris (FR).

As exposições colectivas Depois do Estouro na Galeria Municipal do Porto (2019), Aspekt! Aspekt! no WRO Art Center (2019, Polónia), The New Art Fest  na Sociedade Nacional de Belas Artes (2018), FUSO (2018), Prémio Sonae Media Art no MNAC (2017) e as exposições individuais Entre as Pedras há Verde na Ocupart (Lisboa, 2019), Mamografias por Satélite (Lisboa, 2019) e Como Depositar Imagens no Banco na Appleton [Box] (Lisboa, 2019).

Em 2017 foi vencedor do Prémio Sonae Media Art e em 2018 dos Prémio Novos na categoria de Artes Visuais.

Em 2019 foi bolseiro à internacionalização pela Fundação Calouste Gulbenkian e recebeu uma distinção de mérito Jovem Revelação pelo Município de Silves.

@ The New Art Fest 2020

Partilhar esta página